Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 30 de agosto de 2010

Quem cansou de fazer sempre os mesmos programas definitivamente afastou a monotonia de sua semana na noite de sábado, 28, no Largo Tereza Batista, com o show da banda pernambucana Mombojó, do grupo baiano Maglore e com a discotecagem eletrizante do DJ El Cabong. As atrações fizeram parte da agenda do Pelourinho Cultural, programa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.
Após dois anos sem se apresentar em Salvador, a Mombojó levou ao Largo um público formado, em sua maioria, por adolescentes e jovens, que vibraram do início ao final do espetáculo. O repertório foi baseado no terceiro CD do grupo Amigos do Tempo, lançado em junho. Mas, isso não foi motivo para um show distante. Ao contrário, a plateia acompanhou a banda em praticamente todas as novas canções, fazendo coro ao vocalista Felipe. Entre os destaques, as músicas “Antimonotonia”, “Amigo do Tempo” e “Papapa”, cujo clipe concorre ao de melhor do ano na MTV. “Quem puder e tiver vontade, vote no site”, comentou Felipe.
No show, a Mombojó fez ainda homenagem ao flautista Rafael Torres, falecido em 2007, dedicando a música “Entre a União e a Saudade” ao músico. O espetáculo de 1h30 terminou em ritmo contagiante. Já eram 23 horas, quando, com o início de chuva, Felipe tirou a camisa e se jogou na plateia, finalizando a última música junto ao público na Tereza Batista. Foi o final de uma noite, como a banda ressalta, antimonotonia.
Maglore – Jà a banda baiana Maglore trouxe em seu repertório um estilo que mescla a elegância do folk e do rock britânico à descontração das harmonias latinas. Composta por Igor Andrade (bateria), Leo Brandão (guitarra, teclado e vocais) Nery Castro (contrabaixo) e Teago Oliveira (guitarra, voz e composições), após o show eles se juntaram ao público e assistiram ao show do Mombojó. O DJ El Cabong também marcou presença com muito samba, rock e batucada e esquentou a galera para a atração principal da noite.

Anúncios

Read Full Post »

A Diretoria de Audiovisual (DIMAS) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), foi contemplada pela segunda vez no edital do Programa de Restauro de Filmes, da Cinemateca Brasileira, instituição da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (MinC) responsável pela preservação da produção audiovisual brasileira. O edital selecionou filmes nacionais, ameaçados pelo tempo ou por condições precárias de conservação, para serem restaurados. Um convênio assinado com a Petrobras destina R$ 3 milhões para preservar a memória cinematográfica do país através do programa.
Com o projeto aprovado, a DIMAS/FUNCEB vai realizar a recuperação de dois filmes baianos, do diretor José Walter Lima: O Alquimista do Som (1978) e Nós Por Exemplo (1979). Ao final da restauração, cópias novas das obras e 20 exemplares em DVD serão concedidos pelo edital. Em troca do financiamento do trabalho, a Cinemateca Brasileira ficará com uma matriz digital e os direitos dos filmes para a Programadora Brasil – que patrocina exibições não-comerciais em lugares que não têm salas de cinema, democratizando o acesso a produções importantes do cinema nacional.
Não é a primeira vez que obras baianas serão restauradas pelo edital do Programa de Restauro de Filmes. Na edição de 2007, a DIMAS conseguiu a aprovação e restauração dos filmes Caveira My Friend (1969/1970), com direção de Álvaro Guimarães, e Tocaia no Asfalto (1962), de Roberto Pires. As cópias das obras já se encontram salvaguardadas no Núcleo de Memória da DIMAS/FUNCEB. “Nós fomos contemplados não somente porque fizemos um bom projeto, mas sobretudo pela importância da cinematografia baiana para o Brasil. Os filmes já restaurados e os que serão agora recuperados são parte da rica memória audiovisual brasileira: portanto, patrimônio valioso da nossa cultura. É esse o principal reconhecimento público que devemos considerar com essa premiação”, completa Sofia Frederico.
A preservação da memória audiovisual baiana é um dos focos prioritários da política pública para o audiovisual implementada pela Secretaria de Cultura, através da FUNCEB e do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB). Com recursos do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), está-se apoiando a restauração de O Leão de Sete Cabeças, de Glauber Rocha, e já foi restaurado o primeiro longa baiano, Redenção, de Roberto Pires. Em breve, será também iniciado o trabalho de reparo de obras do pioneiro do nosso cinema, Alexandre Robatto Filho.

Read Full Post »

Até o dia 30 de setembro estão abertas as inscrições para o I Festival de Teatro de Bonecos da Bahia que acontece entre os dias 11 e 17 de outubro no município de Jequié, a 365km da capital do Estado. Grupos amadores e profissionais se apresentarão no Centro de Cultura ACM, espaço administrado pela Fundação Cultural do Estado – FUNCEB, unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado – SecultBA. O Festival tem o apoio da SecultBA através do Fundo de Cultura da Bahia.
Para se inscrever é necessário acessar um dos endereços eletrônicos (www.enfoquecultural.blogspot.com ou www.jequie.ba.gov.br),  baixar o regulamento e a ficha de inscrição, preenche-la em programa word, em folha de ofício branca, tamanho A4, imprimir em uma via, encaminhando junto com DVD do espetáculo na íntegra devendo ser postada através de sedex para o Centro de Cultura ACM – Alto da Prefeitura, s/nº, Praça Duque de Caxias – Bairro do Jequiezinho – Jequié/Bahia – CEP 45.000-000. Serão aceitas propostas encaminhadas até o dia 30 de setembro. Para participar do festival os espetáculos não precisam ser inéditos e as inscrições são gratuitas.
O evento irá oferecer ainda oficinas gratuitas direcionadas para as escolas municipais e estadual da região. Os alunos terão oportunidade de aprender desde a manipulação dos bonecos até a sua construção, com aulas teóricas e práticas, a serem realizadas no Centro de Cultura ACM, com carga horária total de 28h.
SERVIÇO
O quê: inscrições para o I Festival de Teatro de Bonecos da Bahia
Quando: até 30 de setembro
Informações:
www.enfoquecultural.blogspot.com ou www.jequie.ba.gov.br
(73) 8851-3058 / 3526-8051

Read Full Post »

O Largo Pedro Archanjo foi palco de uma festa da música instrumental. Na segunda edição do projeto Jazz no Pelô, quem subiu ao palco foi o instrumentista baiano Amadeu Alves e o grupo de rock pernambucano A Banda de Joseph Tourton. O projeto, que levará até novembro, a cada última quinta-feira do mês, ao Centro Histórico, atrações de jazz e da música instrumental, é uma parceria entre o Pelourinho Cultural, Programa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, e a Central Única das Favelas (Cufa) de Itapuã.
A noite de música teve início com o som surpreendente do compositor e instrumentista Amadeu Alves. Criado ao redor de sons como sambas de beira de praia e das festas de largo de Itapuã, Amadeu apresentou trilhas que conduziram o público a sensações inesperadas, pois a música mudava de rumo e de ritmo de forma que, ao se perguntar como havia ocorrido a mudança, era difícil perceber o exato momento. Uma platéia atenta e imersa no som que vinha dos variados instrumentos como violão, flauta, bandolim e atabaques parecia viajar junto com a trilha que se desenrolava.

Read Full Post »

A peça, que estreou em 2009, foi indicada ao Prêmio Braskem de Teatro 2010, participou como espetáculo selecionado da mostra nacional do FENATIFS 2009 (2º Festival Nacional Infantil de Feira de Santana), foi convidada para fazer a abertura do 1º FESTIVAL DE CONTADORES DE HISTÓRIAS da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, participou do Festival Internacional de Teatro de Curitiba 2010, foi selecionada para o I Festival Nacional de Teatro de Natal (RN) (agosto de 2010) está em cartaz no Teatro SESI – Rio Vermelho e fará apresentação comemorativa de 01 ano de sucesso nesse domingo, às 16h.
Serviço: QUEM CONTA, FAZ-DE-CONTA! – Musical para todas as idades.
Onde: Teatro SESI – Rio Vermelho – Rua Borges dos Reis, 09 – Rio Vermelho
Tel.: (71) 3616 7061 / 3616 7081 / Fax: 3616 7052
Quando: 07 de agosto a 26 de setembro de 2010, Sábados e Domingos, às 16h.
Quanto: R$ 8,00 e 16,00 (Preço promocinal)
Realização: Cabriola Cia de Teatro
Contato: (71) 9618-0555 / 8629-1129 E-mail: cabriola.ciadeteatro@hotmail.com

Read Full Post »

Read Full Post »


Já começou a Roda-de-Samba do Brasil Pandeiro,lá no Teatro Cabaré dos Novos, no Vila Velha,sempre às terças, de quinze em quinze, às 20h, com o couvert artístico a R$10,00.
Ao som de João Jonga de Lima (voz, violão e escaleta),Dú Marques (voz, violão de 8 cordas),Lasinho do Banjo, (voz e banjo),
Ze Mario (bandolim e vocal), Luciano Chaves (flauta).Muito samba e sentimento, com convidados especiais!
Nossos convidados dessa terça, dia 31.08, são as cantoras Clécia Queiroz e Manuela Rodrigues.

Read Full Post »

Older Posts »