Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 23 de novembro de 2010

Anúncios

Read Full Post »

Leo Gandelman é convidado especial do festival em Cachoeira

Saxofonista, compositor, arranjador e um dos músicos mais influentes do Brasil, o carioca Leo Gandelman é o convidado especial da noite do dia 4 de dezembro, no I Festival de Música Instrumental do Interior da Bahia, que será realizado na cidade de Cachoeira. Durante três dias (3, 4 e 5 de dezembro), todas as atenções do público cachoeirense estarão voltadas para o CAHL – Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo – onde se apresentarão as nove atrações do Festival, entre artistas da região, músicos de Salvador e os convidados especiais.

Leo Gandelman é o convidado da Banda Transcendental, uma das surpresas da noite. Com mais de 800 gravações em sua trajetória, o saxofonista tem um grande público cativo. É um instrumentista versátil, com trânsito fluente entre o jazz e o clássico, tendo participado dos aclamados concertos da Orquestra Sinfônica Brasileira no Lincoln Center e no Central Park, em Nova York, em 2001. Ingresso: R$ 2,00 (inteira). Horário do início dos shows: 17 horas.

Também em Jequié – Depois de Cachoeira, a segunda etapa do Festival vai acontecer na cidade de Jequié, no Centro de Cultura ACM, nos dias 17, 18 e 19 de dezembro, com mais atrações. O I Festival de Música Instrumental do Interior da Bahia tem o patrocínio da Petrobras e Ministério da Cultura; apoio financeiro do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado. É uma realização da Associação Instrumental da Bahia e tem produção  da Mil Produções. A curadoria é do maestro e compositor Zeca Freitas e do ator e pianista Fernando Marinho.

Read Full Post »

No mês em que se comemora o Dia Nacional da Consciência Negra e o Dia Internacional pelo Fim da Violência contra as Mulheres, o projeto Mulheres da Paz da Bahia promove o Ciclo de Palestra Maria Felipa: Negritude Feminina em Diálogo. O evento acontecerá a partir de amanhã, 23, até o dia 30 de novembro, nos 5 Territórios de abrangência do PRONASCI (Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari e Simões Filho).

Segundo a coordenadora do projeto na Bahia, Jaciara Ribeiro, o objetivo da iniciativa é fortalecer o debate sobre o papel da mulher e a sua importância na construção de uma sociedade justa e igualitária.

Exemplo de resistência

Negra, alta, corpulenta, marisqueira e valente. Assim a descrevem os estudiosos da biografia de Maria Felipa de Oliveira. Natural de Itaparica, ela teve um importante papel na Guerra da Independência, que ocorreu entre 1822 e 1824.

Na Bahia, assim como nas províncias de Cisplatina (onde atualmente é o Uruguai), Piauí, Maranhão e Grão-Pará, devido à concentração estratégica de tropas do Exército Português, as lutas foram mais acirradas.

Quando a tropa portuguesa tentou invadir a Ilha de Itaparica para controlar a guerra a partir da Bahia de Todos os Santos, Maria Felipa, liderando as vedetas (vigias) da praia, um grupo de 40 mulheres, entrou no acampamento do exército português, atacou os guardas com galhos de cansanção e puseram fogo em 42 embarcações, promovendo baixas no exército.

Programação do Ciclo

O Ciclo Maria Felipa: Negritude Feminina em Diálogo vai se iniciar em Simões Filho, no dia 23, às 14h, no Centro Marta Alencar. Nos dias  24, às 9h, e 25, às 14h, a palestras acontecerão, sucessivamente, no Centro Social Urbano de Narandiba, em Tancredo Neves/Beirú e  no auditório Espaço Cidadão em Lauro de Freitas.  No dia 29, às 9h, será a vez de Camaçari, no CAIC-PHOCI, e no dia seguinte, 30, no mesmo horário, no Centro Paroquial do bairro, em São Cristóvão.

Read Full Post »

Segundas da Literatura Negra com Fernando Conceição

Este ano o encontro completa quatro anos de história terá como convidado o jornalista e professor da Faculdade de Comunicação da UFBa, Fernando Conceição.

Fernando Conceição

Doutor pela Universidade de São Paulo (USP), Fernando Conceição é autor, entre outras obras: Mídia e Etnicidades no Brasil e nos Estados Unidos (LivroPronto), Cala a Boca Calabar – A luta Política dos Favelados (Editora Vozes), Negritude Favelada (Editora do Autor), Amar Faz Bem Mas Dói – poesias (Lys Editora) e da coletânea de artigos Como Fazer Amor Com Um Negro Sem Se Cansar (Terceira Margem Editora). Na ocasião, o professor falará sobre a recente criação literária de autores(as) negros(as) na Bahia.

Serviço

O que: Segundas da Literatura Negra

Quando: 22/11/2010 às 14h

Onde: Auditório da Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Barris (3º andar)

Read Full Post »


Read Full Post »

Oficinas de Verão no Xisto

Read Full Post »



Read Full Post »

Older Posts »