Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 24 de novembro de 2010

A partir do dia 29/11, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia passa a funcionar no Palácio Rio Branco. Apenas a Superintendência de Promoção Cultural permanece, temporariamente, no prédio do Desenbahia

Antiga sede do governo baiano, o Palácio Rio Branco é o novo endereço da Secretaria de Cultura do Estado a partir do dia 29/11. Desde outubro de 2008, o Gabinete do Secretário já estava funcionando no Centro Histórico de Salvador, dentro da estratégia do governo de reocupar o Centro da cidade, como parte das ações do Plano de Reabilitação Participativo do Centro Antigo.

A reocupação do Centro de Salvador pelo poder público foi identificado pelos consultores da Unesco como um dos fatores para a reabilitação da área, lutando contra o esvaziamento da região que teve início nos anos 70.

No Palácio Rio Branco se instalam todos os setores da Secretaria de Cultura: Gabinete do secretário, diretoria geral, e Superintendência de Cultura. Apenas a Superintendência de Promoção Cultural permanece, temporariamente, no prédio do Desenbahia, na avenida Tancredo Neves.

O novo endereço da Secretaria é Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro – CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia. Os telefones para contato são: (71) 3103-3400 / 3434, ambos da portaria e (71) 3103-3440 e 3103-3441, na Assessoria de Comunicação.

Palácio Rio Branco – Em fachada eclética, refinado interior em estilo do período belle époque, o Palácio Rio Branco tem projeto do arquiteto italiano Júlio Conti e concepção de interiores de Filinto Santoro, da Real Universidade de Nápoles. A edificação, que sintetiza o início da história do Brasil, enquanto nação e país, está instalada a 70 metros de altura do nível do mar, no mesmo local onde Tomé de Souza edificou, a partir de 1549, a primeira casa governamental do Brasil.

Adminstrado pela Diretoria Geral da SecultBA, o Palácio comporta duas galerias para exposições artísticas, além do Memorial dos Governadores. O local também possui um Gabinete para o governador do Estado que passará a despachar na edificação em data a ser divulgada.

Anúncios

Read Full Post »

O espetáculo “Vivendo e Aprendendo”, coreografado e dirigido por Lúcio Novaes, da Cia Lúcio Novaes de Dança, foi apresentado hoje a tarde no Centro de Cultura ACM, para um púbico perto de 250 pessoas, durante o terceiro dia de realização do I Festival de Dança do Sudoeste da Bahia. A iniciativa proposta pelo produtor Alysson Andrade, promove a difusão do setor de dança na região, além de possibilitar uma importante troca de experiências. No elenco do espetáculo, crianças e jovens assistidos pela FUAN, CEMAR e APAE, portadores de necessidades especiais, mostraram que também são capazes de produzir cultura.

Read Full Post »

A História do Navio ou A Pena Dourada é uma Leitura Dramática de Heraldo Souza, em que um escravo e um senhor, duas figuras totalmente opostas, travam um duelo verbal sobre a quem estaria favorecendo uma lei assinada pela princesa, filha do imperador, lei essa que ordena que liberte os escravos existentes no país. Os versos que aparecem na peça são trechos do poema O Navio Negreiro de Castro Alves. Após a apresentação teatral, o público poderá prestigiar a apresentação musical da Camerata Opus Lúmen da OSBA.

Serviço
O quê: A História do Navio ou A Pena Dourada & Camerata Opus Lúmen
Quando: 26/11 de 15h às 16h30
Onde: Auditório da Biblioteca Pública do Estado da Bahia – Barris (3º andar)

Mais informações? Acesse: http://www.bibliotecapublicafpc.blogspot.com/

Read Full Post »

Em 2010, o Núcleo de Formação da Fundação Cultural do Estado da Bahia, em parceria com as diretorias artísticas e de Espaços Culturais, desenvolveu o projeto “Oficinas de Formação Artística”. Contemplando as linguagens de Artes Visuais (Processos Criativos e Fotografia), Música (Canto-Coral, Flauta Doce e Musicalização) e Teatro (Cursos Avançados e de Iniciação), as oficinas aconteceram nos centros de cultura da capital e região metropolitana, assim como em Muritiba e no Vale do Capão.

Através da experiência de criar e recriar a partir da própria realidade e com o objetivo de possibilitar o acesso à formação artística, contribuindo para a inserção qualificada de cidadãos nas áreas de arte e cultura, as oficinas propiciaram também um pensar, um fazer e sentir criativos.

Para marcar o encerramento deste Projeto, foram organizadas Mostras Artísticas para apresentar um panorama dos resultados do trabalho realizado durantes as oficinas.

Aproveite a programação! Clique abaixo e acesse o programa completo:

Programa Mostras Finais 2010

Read Full Post »

Cachoeira sediará lançamento do livro Bem que te avisei, de Damário Dacruz, e seminário sobre sua produção poética

“Não desejo luxúrias, nem futilidades. Desejo continuar acertando sempre e em prol de todo/Preciso sair dessa fase sem progressos e de dificuldades. Preciso obter os frutos de toda uma luta anterior e realizar novas sementes”. Damário Dacruz, o poeta que conquistou admiradores com seus textos críticos e anticapitalistas, com suas palavras duras, mas verdadeiras para serem lidas e ouvidas, ainda continua arriscando, vivo e presente em forma de novos versos poéticos.

A Fundação Pedro Calmon/SecultBA promoverá, através do Núcleo do Livro, Leitura e Literatura, no dia 03 de dezembro (sexta-feira), às 14h30, em Cachoeira, mais uma edição dos Seminários Novas Letras com o tema Damário Dacruz: o bardo do Recôncavo. O evento acontecerá no Pouso da Palavra, espaço cultural criado pelo poeta, e contará com a participação de leitores, poetas, estudantes, além dos admiradores da sua produção poética. Na programação gratuita haverá recitais de poesias e performances, além de palestras com os temas: Damário: entre a cruz e a poesia, ministrado por , Signos e Imagens no discurso poético de Damário Dacruz – uma leitura semiológica da poesia de Damário Dacruz, por Maria Cristina V. Rodrigues.

O evento tem como objetivo lançar o livro Bem que te avisei, publicação póstuma em homenagem ao poeta falecido em maio deste ano. A idéia de divulgação, através de um livro, dos poemas inéditos de Damário surgiu da viúva, Graça Cruz, que resolveu levar aos leitores novos versos deixados pelo autor. “O lançamento desse livro surgiu em respeito à lembrança de Damário. Esse é um momento que precisa ser aproveitado pelas pessoas que o admiravam e para não deixar a memória dele morrer”, explica Graça. A publicação de Bem que te avisei é fruto da parceria entre a Fundação Pedro Calmon/Secult e a UEFS Editora, da Universidade Estadual de Feira de Santana, por meio da coleção Memória da Literatura Baiana.

Damário da Cruz – poeta, fotógrafo e jornalista, nasceu em Salvador, mas escolheu a cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano, onde morou até a sua morte, em 21 de maio de 2010, vítima de câncer. Publicou três livros de poesia, dentre eles O Segredo das Pipas (2003) e cerca de 30 posters-poemas com mais de 100 mil exemplares vendidos. Entre suas obras mais conhecidas está o poema Todo risco, cujo verso inicial é: “a possibilidade de arriscar é que nos faz homens”.

Serviço

O que: Seminários Novas Letras Damário Dacruz: o bardo do Recôncavo

Onde: Espaço Cultural Pouso da Palavra em Cachoeira

Quando: Dia 03 de dezembro (sexta-feira), às 14h30

O Seminário é gratuito. O livro será vendido no local por R$20,00 (vinte reais)

Read Full Post »

Read Full Post »

O projeto Cameratas da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) participa das homenagens pelo Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, com uma apresentação especial do Duo Barroco e Opus Lumen, na próxima quinta-feira, 25 de novembro, na Fundação Hemoba (Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia), no Complexo HGE, na av. Vasco da Gama.

O concerto terá início às 14h30, com entrada franca. Também no mesmo dia (25), outro grupo formado por músicos da OSBA, o Bahia Cordas, fará uma apresentação na Igreja Sto André, no Vale das Pedrinhas, às 19 horas, e no dia 30, terça-feira, no Centro Educacional Magalhães Netto, na Praça Almirante Coelho Neto, s/n – Barris, às 15 horas.

Já na sexta-feira, 26, será a vez do Opus Opus Lumen se apresentar na Biblioteca Pública. Rua General Labatut, nos Barris, às 15h40, e o Quarteto Novo, com um concerto no Instituto Feminino da Bahia, no Politeama, às 16h30.

Finalizando a programação de novembro, no dia 30, terça-feira, o Bahia Cordas estará no Centro Educacional Magalhães Netto, na Pç. Almirante Coelho Neto, Barris. O projeto Cameratas visa à formação de plateia para a música de concerto e todas as apresentações são gratuitas. Tem apoio da Secretaria de Cultura, através da Fundação Cultural do Estado e Teatro Castro Alves.

Read Full Post »

Older Posts »