Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘coleção’

O Projeto Coleção Emília Biancardi em parceria com a Escola de Dança da Fundação Cultural da Bahia (Funceb) apresentarão no dia 27 de agosto, no Largo Pedro Archanjo, Centro Histórico, o espetáculo Embaixada Africana. A apresentação, que faz parte da agenda do Pelourinho Cultural, programa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, começará às 16h. No início, 30 crianças do projeto desenvolvido pela etnomusicóloga Emília Biancardi tocarão instrumentos da Coleção junto com a pesquisadora. Em seguida, nove crianças da Escola de Dança da Funceb dançarão coreografia elaborada pela dançarina Vera Passos, que fará ainda uma participação especial. Realizado em homenagem a Alaíde do Feijão, uma das personalidades do Centro Histórico, o espetáculo contará ainda com um coro e três percussionistas da Escola de Dança da Funceb.
A montagem Embaixada Africana é inspirada no encontro histórico, realizado no século XVI, entre a rainha de Angola, Ginza Bandi ou Izinga Bandi, com o comandante das forças de guerra de Portugal, que resolveu fazer um contrato de paz com o reino africano. Em algumas civilizações antigas da África, reis e rainhas costumavam realizar grandes cortejos, com danças e presentes, para comemorar esses encontros de grande importância. Eram formas diplomáticas da época para se assinar e firmar acordos políticos.
Coleção – Etnomusicóloga e pesquisadora da música folclórica brasileira, com seu interesse por instrumentos musicais de cultura popular, Emília fez nascer a Coleção de Instrumentos Musicais Tradicionais Emília Biancardi. Hoje, o acervo compreende mais de mil instrumentos oriundos dos cinco continentes e podem ser vistos na Casa da Coleção, na rua Gregório de Mattos, 31, Pelourinho, de segunda a sexta-feira, das 09h às 12h e das 14h às 17h.
Confira outras atrações do Pelourinho Cultural no site http://www.pelourinho.ba.gov.br
Serviço:
Embaixada Africana
Coleção Emília Biancardi com Escola de Dança da Fundação Cultural da Bahia (Funceb)
Quando: 27 de agosto
Horário: 16h
Onde: Largo Pedro Archanjo
Quanto: Gratuito

Anúncios

Read Full Post »

Read Full Post »

A exposição “Revisitando um Acervo de Arte Baiana”- Coleção Desenbahia continua no Museu de Arte da Bahia, no Corredor da Vitória, durante todo o mês de maio. A temporada da mostra foi estendida em razão do sucesso de visitação e do interesse que a coleção vem despertando desde janeiro, quando foi aberta ao público no MAB. São cerca de setenta obras, de trinta artistas baianos, realizadas entre as décadas de 50 e 80, selecionadas do precioso acervo da Desenbahia- Agência de Fomento do Estado da Bahia. O projeto e a curadoria são da Profª. Sylvia Athayde – diretora do museu.A realização é do Governo do Estado da Bahia Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural Desenbahia – Agência de Fomento do Estado da Bahia e Museu de Arte da Bahia – MAB.

Serviço
O que: Exposição “Revisitando um Acervo de Arte Baiana” – Coleção Desenbahia.
Onde: Museu de Arte da Bahia – Avenida Sete de Setembro 2340 – Corredor da Vitória – Salvador BA. (71) 3117 6903.
Quando: até 30 de maio de 2010
De terça a sexta das 14 às 19 horas
Finais de semana das 14hs30min às 19hs30min
Acesso gratuito
Mais informações: (71) 3117-6920

Read Full Post »

Parte de seu acervo na mostra Coleção MAM-BA | 50 Anos de Arte Brasileira que conta com obras que ilustram momentos chave da história da arte brasileira nos últimos 60 anos e obras modernistas que tanto influenciaram este período. A exposição ocupa diversos espaços expositivos do MAM-BA e se divide em quatro linhas de força: Modernistas, Fotografia, Rubem Valentim e Contemporâneos. Uma Linha do Tempo, construída na Galeria Subsolo, contextualiza a história do acervo e do museu.
Com curadoria geral da diretora do MAM, Solange Farkas, a exposição é fruto de um intenso trabalho de pesquisa e restauro do acervo. Ela expande o projeto do livro MAM-BA (Coleção Museus/Instituto Cultural J. Safra, 2008), que dividia a coleção em recortes comentados por curadores: Contemporâneos (Cristiana Tejo, da Fundação Joaquim Nabuco), Rubem Valentim (Emanoel Araújo, do Museu Afro Brasil), Fotografia (Rubens Fernandes, da Faap) e Modernistas (a crítica Aracy Amaral). A exposição conta com uma intensa programação educativa, com visitas mediadas e atividades para crianças e jovens.

SERVIÇO

O que: Coleção MAM-BA | 50 Anos de Arte Brasileira
Data: 18 de dezembro de 2009 à 28 de março de 2010
Horários de visitação: terça a domingo das 13h às 19h e sábados das 13h às 21h
Local: Salas expositivas do Museu de Arte Moderna da Bahia

Read Full Post »