Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘ditadura’

O projeto Domingo no TCA, que desde 2007 apresenta grandes atrações na Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA) com ingressos (inteira) a R$ 1,00, volta a cartaz no próximo dia 1º de agosto, trazendo para o público uma atração especial da Sétima Arte, o filme “Simonal – Ninguém sabe o duro que dei”, elogiado documentário sobre a vida e a carreira do cantor carioca Wilson Simonal (1939-2000), artista que conheceu a glória do sucesso nos anos 60 e 70, e depois caiu no ostracismo, envolvido em um polêmico episódio da ditadura militar. A sessão começa às 11 horas, com os ingressos sendo vendidos no mesmo dia, a partir das 9 horas, com acesso imediato do público. O Domingo no TCA é promovido pela Secretaria de Cultura da Bahia, por meio da Fundação Cultural do Estado e do Teatro Castro Alves.

SERVIÇO:
O quê: Projeto Domingo no TCA – “Simonal – Ninguém sabe o duro que dei”
Filme documentário de Claudio Manoel, Calvito Leal e Micael Langer
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quando: 1 de agosto, às 11 horas
Ingressos (inteira): R$ 1,00 – À venda no mesmo dia, a partir das 9 horas.
ACESSO IMEDIATO DO PÚBLICO

Anúncios

Read Full Post »

O Teatro Castro Alves apresenta, de 11 de dezembro de 2009 a 24 de janeiro de 2010, a exposição Marighella, em memória aos 40 anos da morte do guerrilheiro comunista, ícone do combate à ditadura militar no Brasil.

Com curadoria de Isa Grinspum Ferraz e Vladimir Sacchetta, a mostra traça o perfil e a trajetória de vida de Carlos Marighella com cartas, livros, imagens de arquivo, iconografia variada, depoimentos, além de textos do próprio Marighella.

Serviço
O quê: EXPOSIÇÃO MARIGHELLA
Onde: Foyer do Teatro Castro Alves
Visitação: 1º de dezembro de 2009 a 24 de janeiro de 2010
Horário: Terça a Domingo – 13h às 18h
Entrada franca

Read Full Post »

SARAU DITADURA 1

Read Full Post »

anistia

O público tem até a próxima terça-feira, dia 15.09, para visitar a exposição ‘Direito à Memória e á Verdade – a ditadura no Brasil: 1964-1985’, montada na Galeria dos Mestres do Forte de Santo Antonio Além do Carmo, um dos 13 espaços administrados pelo IPAC/Secult.

A mostra que faz parte das comemorações pelos ‘30 anos da Anistia’. A iniciativa é da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Governo da Bahia. Os 15 painéis mostram a trajetória de luta do povo brasileiro pela Anistia no país, lembrando fatos históricos marcantes da época da Ditadura como o fechamento do Congresso Nacional, as manifestações pelas Diretas e contra a Censura, a promulgação do AI 5 e finalmente a Anistia, em 28 de agosto de 1979. A exposição está aberta de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

Read Full Post »