Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘música’

Oficina de DJ

Read Full Post »

(mais…)

Read Full Post »

A obra é resultado de vasta pesquisa sobre as raízes do samba

A cantora, compositora e historiadora baiana Juliana Ribeiro lança seu primeiro CD solo no próximo dia 7 de julho, às 20 horas, no Teatro da Livraria Cultura (Salvador Shopping), para convidados, e no dia 21 de agosto, às 11 horas, no Parque da Cidade, em show aberto ao público pelo projeto Música no Parque. “Amarelo” é resultado de uma vasta pesquisa que traz inusitada harmonia entre ritmos como o jongo, o samba, o batuque, a Música Popular Brasileira (MPB), o lundu, o ijexá, o maxixe e o samba. “É um Cd que reúne três séculos de música”, resume a artista.

O repertório é formado por composições próprias e de grandes nomes do cenário musical, como Arthur Ribeiro, J. Veloso, Leci Brandão e Roberto Mendes, feitas especialmente para esse CD, além dos maiores sucessos de seus dez anos de carreira. Entre uma interpretação e outra, Juliana entretém o público com histórias sobre os ritmos cantados e que contam a trajetória do samba na música  popular brasileira. O show e o Cd são patrocinados pela Bahia Gás, pelo FazCultura e produzidos pela Baluart Produtora Cultural. 

SERVIÇO:
Juliana Ribeiro
(71) 9935-8584
Show de pré-lançamento
Data: 07 de julho
Local: Teatro da Livraria cultura do Salvador Shopping
Horário: 20h
Show de lançamento
Data: 21 de agosto
Local: Parque da Cidade
Horário: 11h

Read Full Post »

O grupo de samba “Chita Fina”, formado por instrumentistas e cantoras residentes na Bahia, começa sua nova temporada de show’s em 2011 com a corda toda. O grupo apresentará o projeto “Na Roda do Samba”, nas Quintas de Abril, no Largo Quincas Berro D’Àgua, a preço popular. Para iniciar o aquecimento do coração com muito samba-de-roda, receberemos a banda MAMETTO, que tem a vocalista “Ana Mametto” indicada como cantora revelação do carnaval 2011, pelo Troféu Dodô e Osmar.

Serviço:
O Que: Show Chita Fina e Mametto
Quando: 07/04 (Quinta-feira) as 20h
Onde: Largo Quincas Berro D’àgua (Pelourinho)
Quanto: 20,00 (inteira) e 10,00 (meia) Ingressos a venda no local:

 

Read Full Post »

Banda traz no seu repertório sucessos das décadas de 1960 e 1970

Banda Limusine. Foto: Alessandra Nohvais

Com a mistura de atores e cantores no palco, a Banda Limusine promete um show dançante no Largo Pedro Archanjo, no sábado (19 de março) às 21h. A apresentação faz parte da agenda do programa Pelourinho Cultural, vinculado à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-Ba) e ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC).

A banda mostrará, em seu repertório canções que marcaram as décadas de 1960 e 1970 e se tornaram sucesso nas vozes de cantores como Diana, Roberto Carlos, The Beatles, Celly Campelo, Ronnie Von e Perla. Sucessos como Porque brigamos, com Diana, Domingo feliz, com Ângelo Máximo e Beijinho Doce, com Nalva Aguiar levarão o público a reviver antigos bailes e cantar a letra junto com a banda.

Liderada pelos atores e cantores Diogo Lopes Filho e Evelin Buchegger, a banda Limusine é composta por experientes músicos da cena musical alternativa soteropolitana como Arthur Nogueira (guitarra), Theo Filho (teclados), Jerry Marlon (baixo), José Dantas (bateria), Ingrid Steinhagen (Sax) e Luisa Prosérpio e Vanessa Mello (Vocais).

A ideia de colocar atores no vocal surgiu do baterista José Dantas e pretende levar ao público uma interpretação original com humor e carga dramática às canções antigas da nossa música popular brasileira (MPB). “A expectativa para o show no Pelourinho é sempre muito boa, estamos empolgados e animados em resgatar músicas que muitas vezes ficam esquecidas e dar essa roupagem cênica. Há canções que combinam com essa temática, como Não se vá”, define José Dantas.

A diretora do projeto e atriz Márcia Andrade fala sobre o objetivo do grupo. “Pretendemos utilizar uma linguagem divertida e apaixonante para envolver nosso público, procurando um diferencial nas apresentações que costumamos ver em nossa capital. Queremos colocar o público para dançar, se divertir e resgatar canções que marcaram época”, disse a diretora.

Os atores Diogo Lopes Filho e Evelin Buchegger contam com grande experiência em comédias e musicais da cena teatral baiana, tais como Papagaio, O cravo e a Rosa, Noviças Rebeldes, Flicts, Trilha Sonora, Brasis e Vixe Maria! Deus e o Diabo na Bahia!. Para todos do grupo, o projeto funciona como um exercício de humor e uma nova relação com a plateia, que terá um papel fundamental em cada uma das apresentações.

SERVIÇO
O Que: Show Banda Limusine no Pelourinho
Quando: 19 de março (sábado)
Onde: Largo Pedro Archanjo
Horário: 21h
Entrada Gratuita

Read Full Post »

Salvador será palco para o lançamento mundial do projeto “Bafrik: O que a Bahia tem a ver com a África?”. A proposta é promover o diálogo musical entre artistas baianos e africanos e terá início no dia 22/03, no Teatro Vila Velha (Campo Grande), com lançamento do website bafrik.com e concerto de música de câmara.

Através da criação do site, o projeto pretende possibilitar uma inédita rede social voltada à produção de música contemporânea, envolvendo compositores, intérpretes, produtores e críticos musicais baianos e africanos, iniciando e fortalecendo os diálogos entre o estado da Bahia e sua ‘Mãe África’.

O projeto Bafrik foi contemplado pelo Edital Cultura Digital da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBA) e patrocinado pelo Fundo de Cultura da Bahia.

SERVIÇO
BAFRIK: O QUE A BAHIA TEM A VER COM A ÁFRICA?
Concerto de lançamento

Onde: Teatro Vila Velha, Passeio Público – Campo Grande
Quando: Terça, 22 de março de 2011, às 19h30
Quanto: Entrada franca

Veja matéria completa!

Read Full Post »

No último domingo, dia 06, o grupo AFRICANTAR estreou no Teatro Gamboa Nova, o show Lamento das Águas, que fica em cartaz até o dia 26/02, sempre aos domingos, às 17h.

Em Lamento das Águas, o AFRICANTAR apresenta canções que mergulham na ancestralidade afrodescendente, intermeadas por textos de autores que acentuam a temática.

O repertório passeia pelos Tincoãs, Afro-Sambas, Milton Nascimento, Edu Lobo e Roberto Mendes. Ao longo do show, são recitados ainda orikis, textos e poesias de autores como Pierre Verger, Craveirinha, Castro Alves, Reginaldo Prandi, Paulo César Pinheiro, Jorge Ben Jor, J. Velloso e Saul Barbosa e Juracy Tavares.

O grupo vocal é formado por Chicco Assis, Fabio Sacramento, Gil Ferreira, Raquel Monteiro e Tâmara Pessoa. Conta ainda com a participação especial de Ana Paula Albuquerque, que também faz preparação vocal do grupo, que é acompanhado pelo talento dos músicos Paulo Mutti (arranjos, direção musical e violões), Gabi Guedes (percussão) e Mateus Aleluia (trompete).

SERVIÇO:

O Que: Show Lamento das Águas – Grupo AFRICANTAR
Onde: Teatro Gamboa Nova (Largo dos Aflitos)
Quando: 06 a 27/02 (DOMINGOS), 17h
Quanto: R$10 e R$5 (meia)
Informações: 3329-2418A
FRICANTAR na Web: www.africantar.wordpress.com

Read Full Post »

Read Full Post »

No dia 23 de janeiro acontece na Concha Acústica do TCA uma noite de balanço. O cantor Dão, acompanhado da sua banda Caravanablack, fará a abertura do show do pernambucano Lenine, na primeira edição de 2011 do Projeto MPB Petrobrás.

Dão a cada show vem mostrando sua experiência musical, apresentando um repertório que permeia o rock n’ roll, soul, funk, samba, reggae e blues. Para o dia 23 o cantor prepara o seu setlist recheado de canções balançadas e com muito groove.

Serão mostradas músicas como “Blackmúsica”, “Saravaquelé”, músicas do seu primeiro disco, Para embelezar a noite, e a faixa do seu clipe “Não vá dizer que vai ficar de fora desse samba”, canções que refletem as experiências e principais influências musicais do artista. Outras faixas oferecerão ao público uma prévia do que virá no próximo CD do cantor, Trampo de Samba, com lançamento previsto para este ano.

Conhecido em outros circuitos de Salvador, fazer show na Concha é uma oportunidade que Dão e sua banda têm de mostrar seu trabalho para um público mais abrangente.

“Fazer a abertura do show de Lenine está sendo, para mim, uma grande honra. Não é sempre que temos a oportunidade de dividir o mesmo palco com um mestre da música brasileira”, diz o cantor, que também se prepara para a gravação do seu novo clipe, e apresentações em Luanda, capital de Angola.

Lenine + Dão e a Caravanablack é uma realização da Caderno 2 Produções, patrocinado pela Petrobrás.

SERVIÇO

O Que: Show Dão e banda Caravanablack
Onde: Concha Acústica do TCA
Quando: 23 de janeiro

Read Full Post »

No novo trabalho, o canto nobre de Cláudia Cunha experimenta composições para o segundo álbum e refaz alguns caminhos antigos ao recriar clássicos nacionais. Em Solar, ela traz seus compositores preferidos: Gilberto Gil, João Donato, Dorival Caymmi, Noel Rosa e presta uma homenagem a uma de suas principais referências: Gal Costa. O espetáculo tem como cenário o pôr-do-sol da Baía de Todos os Santos, visto através da parede de vidro localizada no fundo do palco.

Em seu primeiro álbum, Responde a Roda, lançado nacionalmente pela gravadora Biscoito Fino (2009), Cláudia conta com a participação de conhecidos nomes da música brasileira como: Zé Renato, Roberto Mendes, André Mehmari, Toninho Ferragutti e Jurandir Santana. O cd foi resultado do Prêmio Braskem Cultura e Arte e produzido pelo compositor, violonista e arranjador mineiro Sérgio Santos.
Criada no interior do Pará, Cláudia cantava nas festas religiosas e populares. Ao se mudar para Belém, iniciou seus estudos de música no ambiente universitário e o percurso de cantora popular na noite, agregando essas referências, que se somam hoje na construção de seu trabalho artístico como intérprete e compositora. Há 14 anos fixou residência em Salvador, onde se formou em Música pela Universidade Federal da Bahia, e vem se destacando pelo seu trabalho como intérprete em apresentações que já passaram pelos principais palcos e projetos artísticos da cidade.

Músicos:Márcio Pereira – violão, guitarra e direção musicalAndré Luba – baixoEmanuel Magno – percuteria

SERVIÇO

O Que: Show Solar – Cláudia Cunha
Onde: Teatro Gamboa Nova (Largo dos Aflitos)
Quando: 16, 23 e 30 de janeiro (domingos), 17h
Quanto: 10,00 (inteira) / 5,00 (meia)
Informações: (71) 3329-2418

Figurino: Cláudia di Moura
Produção: Sidney Rocharte

Read Full Post »

Foto: Genilson Coutinho

A apresentação do grupo foi uma prévia da Folia do Momo  Sob a liderança do vocalista Alexandre Guedes, a banda Motumbá abriu a temporada de ensaios do grupo no Pelourinho. A apresentação, no Largo Tereza Batista, irá se repetir todas as sextas-feiras de janeiro e faz parte da agenda do Pelourinho Cultural, Programa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC).

Logo na entrada do Largo, um guerreiro africano dava as boas vindas a quem chegava. No palco, flores em conjunto com a iluminação deram um colorido todo especial ao ambiente. A banda Salsabor, com um repertório de músicas latinas, aqueceu as pessoas que lotaram o local desde o início da noite.

A tradicional entrada de Alexandre Geuedes sob um andor, já conhecida pelos amantes da banda, levou o público ao delírio. Até a sua chegada ao palco, cantando “Boi na boiada” e “São Jorge”, pétalas de rosas eram jogadas, dando mais beleza ao espetáculo.  Com um repertório diversificado e sem intervalos o grupo fez a platéia cantar, dançar e pular, transformando o local numa festa carnavalesca.

“Todo ano venho à Bahia. Eu adoro passear no Pelourinho. Encontrar a Motumbá aqui foi uma surpresa muito boa e eu não poderia perder”, expressou a pedagoga carioca, de férias na cidade, Tatiana Bittencourt.

Formada há seis anos, a Motumbá – benção em Iorubá – já realizou mais de setenta ensaios e foi assistida por mais de 207 mil pessoas. Para o Carnaval deste ano, a banda apresentou a música “Gira Gira”, produção inédita que promete animar o Centro Histórico durante todo o verão.

“A gente sempre esteve com o coração no Pelourinho, embora tenhamos que percorrer outros cantos. A raíz da banda está neste local”, afirmou Alexandre Guedes que explicou ainda que o tema da temporada no Pelô, “de volta às origens”, expressa esta verdade.

No final da apresentação, quando todos já tomavam o caminho de casa, mais uma surpresa. Uma banda de fanfarra, puxada por Guedes levou as pessoas pelas ruas do Pelô, relembrando os antigos carnavais.

O Pêlo não pára –  No Largo Pedro Archanjo, a Cia João de Barro apresentou o show Bahia, Brasil. Um espetáculo com músicas e variados estilos de danças folclóricas como maculelê, capoeira e apresentação da cultura africana. No Largo Quincas Berro D’Água, o cantor e compositor Elpídio Bastos levou o show Meu Tesouro. A apresentação tem o mesmo nome do segundo CD do artista, que também é conhecido como Samurai Negro, por seus traços marcantes e sua trajetória diversificada. No repertório, batidas eletrônicas e músicas românticas.

Read Full Post »

A Escola Baiana de Canto Popular abre a temporada de shows de 2011 no palco do Teatro Sesi Rio Vermelho, dia 12 de Janeiro, ás 20hs. O Show coordenado pela cantora e professora Ana Paula Albuquerque e com a  direção musical de Paulo Mutti, é resultado da pesquisa feita pela turma ao longo do terceiro semestre do curso de canto popular, oportunidade em que foram pesquisadas individualmente Vida e Obra dos compositores: Chico Buarque, Dorival Caymmi, João Donato, Milton Nascimento, Ivan Lins, João Bosco, Djavan, Joice e Lenine. Canções desses compositores ganham interpretação nas vozes de Ana Karla Fragoso, Neyla Lopo, Paulo Klaudat, João Gilberto, Chicco Assis, Ismael Quirino, Ana Lucia Pinheiro, Carol Magalhães e Diogo Watanabe.

SERVIÇO

O que – V Mostra de Canto Popular
Quando – 12/01 às 20hs
Onde – Teatro Rio Vermelho
Informações – Escola Baiana de Canto Popular 71-3494-3023/8867-5301

 

Read Full Post »

Read Full Post »

Começou dia 15 de dezembro a segunda edição do “Natal Remix” do Pelourinho. O evento que acontece até o dia 18 de dezembro, na Praça das Artes foi idealizado pelo Pelourinho Cultural, programa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA) através do Instituto de Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) e realizado pela Expo Eventos Ltda, proporcionará a baianos e turistas uma festa diferente e que promete agradar todos os gostos. Quem passar pelo Pelô nos próximos dias poderá conferir grandes nomes das músicas instrumental e eletrônica nacionais.

Um desses nomes é o (M.A.S.) Mystika Afrodelic Sound que utiliza bases orgânicas feitas com a boca (beatbox)no estilo DUB jamaicano, acompanhadas de elementos eletrônicos dos sintetizadores e efeitos sonoros inusitados. O M.A.S., que se apresentará no dia 16 de dezembro, trabalha com um sistema de som e imagem comandado pela dupla Fabricio Jabar (dj e videomaker) Israel Jabar (sintetizadores e samplers) que toca um repertório que vai do Axé ao Samba Reggae, da Lambada ao Funk e do Afrobeat ao Reggae. As músicas são criadas na hora e o clima psicodélico é reforçado pelas projeções de videocubismo e animações originais.

Também vão se apresentar no Natal Remix 2010 Coletivo Visual Farm (SP), Totonho e o Cabra, VJ Kamikaze e Baiana System. Além das apresentações do Live, o público poderá curtir o espaço do DJ Sankofa, que é o DJ residente e vai tocar todos os dias.

Confira a programação:

Quinta-feira, dia 16 de dezembro
18h30 – DJ Residente: Sankofa
20h00 – Orkestra Rumpillez
21h30 – Jussara Silveira e Luiz Brasil
22h30 –Live: M.A.S. Mystika Afrodelic Sound

Sexta-feira, dia 17 de dezembro
18h30 – DJ Residente: Sanfoka
20h00 – Livia Mattos
21h30 – Toninho Ferragutti. Participação especial: Quinteto da Paraíba
22h30 – Live: Totonho e O Cabra + VJ Kamikaze

Sábado, dia 18 de dezembro
18h30 – DJ Residente: Sankofa
20h00 – Moreno Veloso e Pedro Sá
21h30 – Yamandu Costa e Hamilton de Holanda
22h30 – Live: Baiana System + Vj Davi Cavalcanti

Para mais informações acesse: www.pelourinhocultural.ba.gov.br

Read Full Post »

Read Full Post »

Older Posts »